terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

A MAIOR SELEÇÃO DE FILMES COM VAMPIROS ,DRACULAS E AFINS



Quando Bram Stoker lançou seu romance mais famoso, "Drácula", no final do século 19, não dava para supor que seu personagem se tornaria o vampiro mais famoso da literatura de terror. Nascido em Dublim, na Irlanda, em 8 de novembro de 1847, Stoker trabalhava como empresário de um ator de teatro e escrevia críticas de peças para jornais.
O livro foi criticado pela imprensa da época pelo excesso de eventos sobrenaturais no enredo, e pela repugnância do tema, considerado "indigno" da capacidade de Stoker como escritor (que já havia lançado quatro romances até então).
 Foi durante o século 20, com o advento do cinema, que "Drácula" atingiu o grau de popularidade que tem hoje, e passou ao imaginário popular — mais com a cara que suas inúmeras adaptações lhe atribuíram do que com suas feições originais. Em 1921, foi citado pela primeira vez no cinema, no filme húngaro "A Morte de Drácula", em que não aparecia o personagem, apenas seu nome. No ano seguinte, veio "Nosferatu", clássico do expressionismo alemão que foi perseguido e tirado de circulação pela viúva e herdeira de Stoker. Em 1931, foi feita a primeira adaptação cinematográfica "autorizada", e, a partir daí, veio uma sucessão de títulos. Estima-se hoje que existam mais de 200 filmes em que Drácula apareça como personagem ( Veja abaixo uma lista de 15 filmes que têm Drácula e outros vampiros como protagonista - clássicos do terror, adaptações fiéis, delirantes e até comédias.

DRÁCULA
"Nosferatu" ("Nosferatu, eines Symphonie des Grauens", 1922, Friedrich Werner Murnau)


Este foi o primeiro filme a adaptar o livro "Drácula" para o cinema. Como o estúdio não tinha autorização dos herdeiros de Stoker, os nomes dos personagens foram trocados — o conde aqui se chama Orlok, e Mina, sua vítima, vira Ellen. Mesmo assim, na época,foi considerado forte e acabou saindo de circulação.
  
 "Drácula" ("Dracula", 1931, Tod Browning)


Primeira adaptação cinematográfica "autorizada" do romance de Bram Stoker, este filme traz Béla Lugosi no papel principal — um vampiro de modos suaves e aristocráticos, bem diferente da fera asquerosa e violenta concebida pelo escritor irlandês. Apesar de "Nosferatu" ter estabelecido a narrativa para "Drácula" no cinema, foi a interpretação de Lugosi neste filme que se tornou o padrão para todos os atores que encarnaram o papel depois dele. O ator húngaro já tinha familiaridade com o personagem pois estava em cartaz com ele na Broadway, numa adaptação teatral de sucesso. O filme foi uma das primeiras produções faladas dos estúdios Universal

"O Vampiro da Noite" ("Horror of Dracula", 1958, Terence Fischer)



Este é o primeiro filme colorido com o conde Drácula e o primeiro protagonizado pelo ator inglês Christopher Lee, que, durante os anos 60 e 70 encarnaria o personagem mais sete vezes —um recorde. O filme se baseia vagamente no livro de Stoker, e a direção de arte parece mais interessada em produzir manchas de sangue, cenários e roupas extremamente coloridos do que em fazer uma reconstrução plausível do século 19.  O maior destaque do filme são as atuações de Peter Cushing, como o doutor Van Helsing, e de Lee, como um sanguinário implacável, de olhos vermelhos.  Van Helsing de Cushing é provavelmente o médico mais heterodoxo do mundo. Depois da transfusão, aconselha a seu aparvalhado paciente: "Tome uma taça de vinho".


"Nosferatu, o Vampiro da Noite" ("Nosferatu, Phantom der Nacht", 1979, Werner Herzog)






Esta refilmagem homenageia e expande o universo do primeiro "Nosferatu", de 1922. Enquanto na primeira versão o conde precisou ter seu nome alterado para Orlok, por questões de direto autoral, aqui ele se chama mesmo Drácula, celebrando o fato de que o livro havia entrado em domínio público no ano da produção deste filme. Herzog recria diversas tomadas e soluções de iluminação genialmente concebidas por Murnau. O uso de efeitos especiais é mínimo, e o suspense é garantido pelas atuações impecáveis de Klaus Kinski, como Drácula; Bruno Ganz, como Jonathan Harker, e Isabelle Adjani, como Lucy. Drácula é retratado não apenas como um monstro, mas como uma vítima de sua própria imortalidade, condenado à solidão eterna e ao vazio. A enigmática sequência de abertura (filmada quase 10 anos antes do filme, no México) dá o tom preciso da tensão que virá, e as cenas de natureza, captadas com crueza documental, deixam o espectador cara a cara com os cenários reais descritos pelo livro durante a jornada de Jonathan até o castelo de Drácula.

"Drácula de Bram Stoker" ("Bram Stoker's Dracula", 1992, Francis Ford Coppola)



Esta é pretensamente a mais fiel de todas as adaptações cinematográficas do Drácula literário. Mas não deixa de ter uma farta dose de adaptações livres — como, por exemplo, a romantização do relacionamento de Mina e Drácula. A história é relativamente mais coesa do que nos "Dráculas" anteriores. A reconstituição de época também é bem cuidada, com belos figurinos e cenários, e os efeitos especiais são os melhores que um filme de terror pode ter.A trilha sonora é primorosa e arrepiante



Let me in(2011)










Um menino de doze anos, é constantemente gozado pelos rapazes da sua escola e negligenciado pelos seus pais em vias de se divorciar. A sua solidão começa a perturba-lo, Owen passa os seus dias a planear a sua vingança e as suas noites a espiar os apartamentos da vizinhança. O seu único amigo é uma nova vizinha, Abby (Chloe Moretz), uma menina independente que mora com o seu silencioso pai (Richard Jenkins). Frágil e atormentada como Owen, Abby só emerge do seu apartamento à noite, sempre descalça, aparentemente imune à neve do Inverno. Owen identifica-se instantaneamente com ela e em pouco tempo formam uma relação única. Quando uma série de pavorosos assassinatos coloca a cidade em alerta, o pai de Abby desaparece e a rapariga precisa de se desenrascar sozinha. Ainda assim, ela repetidamente repele as inúmeras tentativas de Owen em ajudá-la e o seu comportamento cada vez mais bizarro leva o perturbado rapaz a presumir que Abby esconde algum segredo inimaginável".

Daybreakers (2010)



No ano de 2019, uma praga se expalha e transforma boa parte dos humanos em vampiros. Mas quando os seres humanos começam a ser ameaçados de extinção, os infectados precisam capturar todas as pessoas ou encontrar uma
outra raça para substituí-las. Tudo muda quando um grupo de vampiros descobre uma maneira de salvar os humanos da destruição.



Cirque du Freak-Assistente de vampiro (2009)




Darren, de 16 anos, era igual aos outros rapazes do seu bairro suburbano. Saía com os amigos, tinha boas notas na escola e raramente arranjava problemas. Mas quando ele e o seu melhor amigo descobrem um Circo dos Horrores ambulante, as coisas começam a mudar para Darren. É nesse preciso momento que um vampiro chamado Larten Crepsley o transforma em algo, bem… sedento de sangue. O novo morto-vivo irá juntar-se ao Circo dos Horrores, um espectáculo ambulante cheio de criaturas monstruosas, desde um  homem-cobra e um lobisomen, a uma mulher de barbas ou um apresentador gigante. Enquanto Darren vai descobrindo os seus poderes neste mundo sombrio, ele torna-se numa precioso peão entre vampiros e os seus mortíferos antagonistas. E na luta pela sobrevivência, tentará impedir que seja destruído aquilo que resta da sua humanidade.

"Escravas do Desejo" ("Le Rouge aux Lèvres", 1971, Harry Kümel)


 
Este filme de cores e atmosferas carregadas, conta a história de uma vampira lésbica e sua amante. Dirigido por Harry Kümel, que no ano seguinte lançaria o cult "Malpertuis", o filme é um clássico do terror "erótico", e tem como protagonista a excepcional Delphine Seyrig, no papel da condessa Bathory. Ela e sua amante hospedam-se na cidade balneária de Ostende, na Bélgica. A partir da chegada das duas, estranhas mortes começam a acontecer. O filme é considerado influência para outros clássicos do gênero, como "Fome de Viver".
 
"Blácula, o Vampiro Negro" ("Blacula", 1972, William Crain)




Blácula é o primeiro vampiro negro do cinema, concebido na onda do blaxploitation iniciada por "Shaft" (1971). Como representante do gênero, o filme é protagonizado quase que exclusivamente por atores negros. O argumento é um dos mais criativos. No final do século 18, o príncipe africano Mamuwalde pede ajuda ao conde Drácula para por fim ao tráfico de escravos. O conde, no entanto, é racista, e transforma o príncipe em vampiro. Duzentos anos depois, um casal gay de Los Angeles compra um lote de antiguidades africanas. Dentre as preciosidades, está o caixão de Mamuwalde, que volta do reino dos mortos e passa a perseguir uma mulher que se parece com sua amada falecida há muitos anos. William Marshall, o ator que interpreta Blácula, repetiu a dose anos depois em "Scream, Blacula, Scream".

"Fome de Viver" ("The Hunger", 1983, Tony Scott)




Miriam (Catherine Deneuve) e John (David Bowie) são um casal de vampiros que vive na Nova York dos anos 80 como dois chiques frequentadores de boates underground. Lá eles encontram o sustento para sua "fome", e levam para casa as presas de que tanto precisam para manter sua aparência de juventude. Um dia, no entanto, o interesse de Miriam se volta para a dra. Sarah (Susan Sarandon), que ameaça tomar o lugar de John.

Força Sinistra (Lifeforce)1985




Uma missão para investigar o cometa Halley descobre um fenômeno ainda mais fascinante: uma espaçonave alienígena! Após um confronto mortal, os alienígenas viajam para a Terra, onde sua sedutora líder (Mathilda May) inicia uma aterrorizante campanha para drenar a força vital de todos que encontra. Suas vítimas, por sua vez, continuam o ciclo, e logo o planeta inteiro estará em perigo mortal. Quando o único sobrevivente da missão (Steve Railsback) vai à sua caça para destruí-la, ele encontra-se face a face com a mais charmosa e abominável criatura que ele já conheceu. Ele será capaz de destruir a adorável vampira... Ou se tornará mais uma vítima de seu charme fatal? UM CLASSICO DOS FILMES TRASH DOS ANOS 80


Os Garotos Perdidos -The Lost Boys), 1987


Lucy (Dianne Wiest) vai morar com Michael (Jason Patric) e Sam (Corey Haim), seus filhos, em Santa Clara, uma cidade que tem muitos jovens desaparecidos. Logo os dois irmãos descobrem que uma gangue de motoqueiros está mais morta do que viva, pois estão se transformando em vampiros. Sam tem que trabalhar rápido, pois Michael está se apaixonando por Star (Jami Gertz), uma destas criaturas, e está gradualmente se tornando um deles.
 O título do filme é uma referência aos personagens de Peter Pan que nunca envelhecem;
 No roteiro original de Janice Fischer e James Jeremias, os personagens centrais não teriam nem 10 anos de idade. Schumacher odiou a ideia e disse aos produtores que só faria o filme se pudesse mudá-los para adolescentes, tornando-so mais sexies e interessantes
 Schumacher afirma nos comentários do DVD que a presença do poster de rob Lowe no quarto de Sam (Corey Haim) foi porque ele tinha acabado de trabalhar com o ator em O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas (1985);
- Este foi o primeiro filme em que Corey Haim e Corey Feldman atuaram juntos, tornando-se uma referência para outros trabalhos e, inclusive, um seriado batizado "The Two Corey's";
- O produtor executivo Richard Donner seria o diretor de Garotos Perdidos, mas optou por dirigir Máquina Mortífera e contratou Joel Schumacher para o trabalho;

 "Entrevista com o Vampiro" ("Interview with the Vampire: The Vampire Chronicles", 1994, Neil jordan)



 

Este filme ficou famoso por reunir um elenco constelar para uma história de vampiro, e, além disso, colocar três dos maiores galãs da época em personagens homossexuais. Louis (Brad Pitt) foi transformado em vampiro por Lestat (Tom Cruise), e passa a ter uma existência atormentada pela imortalidade. O filme não tem nenhuma ligação com o livro de Bram Stoker, e, em dado momento, Louis diz que Drácula não passa de "ficção vulgar de um irlandês demente". Dunst, então com apenas 12 anos, recebeu uma indicação ao Globo de Ouro por sua atuação como a menina-vampira.


A Rainha dos Condenados -Queen of the Damned) - 2002



O vampiro Lestat acorda depois de inúmeros anos e vê um mundo totalmente diferente do que ele conhecia. Querendo fazer parte dele ativamente, torna-se um astro de rock, mas logo descobre que a Rainha Akasha quer que ele torne-se seu rei.
Os roteristas  Abbott e Petroni tinham diante de si a responsabilidade de adaptar uma obra extremamente complexa e também longa (cerca de 600 páginas só no referido volume) e apresentaram um resultado muito ruim, que terminou por comprometer toda a produção.  Em seu texto, Rice oferece uma variedade enorme de perspectivas e pontos de vista, em outras palavras, material bruto a ser lapidado por roteiristas, como, por exemplo, a riqueza cultural das civilizações; a relação entre Armand e o repórter de Entrevista com o Vampiro, Daniel Malloy; a relação de Maharet com sua família humana; a renovada relação de Louis e Lestat.
O ator Tom Cruise chegou a ser convidado para retornar ao papel de Lestat, que fez em Entrevista com o Vampiro
, mas recusou a oferta por já estar envolvido com a produção de outros filmes na época das filmagens de
A Rainha dos Condenados
.- Após a recusa de Tom Cruise, os atores Heath Ledger, Josh Hartnett e Wes Bentley chegaram a estar cotados para interpretar o vampiro Lestat em
A Rainha dos Condenados
.- A cantora e atriz Aaliyah faleceu em um desastre aéreo pouco após completar sua participação nas filmagens
irmão da cantora, Rashad Haughton, foi então contratado pelos produtores do filme para a dublagem de cenas de Aaliyah, após sua morte.
- A voz que é ouvida nas músicas cantadas por Lestat não é do ator Stuart Towsend, intérprete do personagem, mas sim de Jonathan H. Davis, vocalista da banda Korn.


Trilogia Blade



Blade (Wesley Snipes) transformou-se num guerreiro imortal, metade-homem, metade-vampiro, após ser contaminado pelo sangue de uma criatura das trevas. Desde então dedica-se a caçar o líder dos mortos-vivos e seus asseclas.

- Blade um personagem de quadrinhos criado por Marv Wolfman e Gene Colan, de propriedade da Marvel.
- Wesley Snipes, que protagoniza o filme , também foi um dos produtores do filme ,seguido por Blade 2 (2002) e Blade Trinity (2004).


 -   

"A Sombra do Vampiro" ("Shadow of the Vampire", 2000, E. Elias Marhige)

Filme mistura narrativa de documentário e de cinema mudo para contar uma versão ficcional de como teria sido a filmagem do clássico filme "Nosferatu", em 1922. No filme, o diretor Friedrich Murnau teria arrumado um vampiro de verdade para fazer o papel do conde Orlok. Em troca, promete ao vampiro dar-lhe a estrela da produção, desde que ele fizesse seu papel até o fim. A princípio, o vampiro se submete e a equipe não suspeita de nada. Certo dia, coisas estranhas começam a acontecer. O filme foi indicado a dois prêmios Oscar, um de melhor maquiagem, um de melhor ator coadjuvante, para Willem Dafoe, no papel de Max Schreck, o ator-vampiro

Dracula 2000 (2000)




Um jovem caçador de vampiros (Jonny Lee Miller), ainda em treinamento, enviado de Londres até Nova Orleans para proteger Mary Van Helsing (Justine Waddell) do vampiro Drácula (Gerard Butler), que pretende capturá-la.
Na Inglaterra, como o filme fora apenas lançado em 2001, ele se chamou  Drácula 2001 ,e foi seguido por
Drácula II - A  Ascensão2003
É no minimo curioso ver o irreconhecivel Gerard Butler como Dracula,caricato em inicio de carreira.

 .
30 dias de noite -30 days of  nigth (2007)



Barrow, Alasca. Durante os 30 dias do inverno local a cidade fica na mais completa escuridão. Neste período boa parte dos moradores viaja rumo ao sul, mas neste ano a cidade recebeu a visita de seres estranhos: um grupo de vampiros, que pretendem se aproveitar da noite constante para atacar os moradores locais. Para combatê-los um pequeno grupo é reunido, liderado pelo xerife Eben Oleson (Josh Hartnett) e por sua ex-esposa Stella (Melissa George).
- Sam Raimi esteve interessado em dirigir 30 Dias de Noite em seu estágio inicial de produção, mas terminou por optar em ser apenas um dos produtores;

- As filmagens duraram 70 dias, seguindo rigorosamente o cronograma previsto;

- Gerou uma mini-série feita para a TV, chamada 30 Days of Night: Blood Trails (2007);

- O orçamento de 30 Dias de Noite foi de US$ 32 milhões.

- O diretor David Slade,depois dirigiu  Lua Nova e Eclipse tambem sobre vampiros


A Saga Crepusculo -Twilight- 2008/2009/2010

 Esse é com ceteza o maior fenomeno Teen dos ultimos 20 anos,alçou a carreira d etodos os envolvidos,e elevou a Submitt a um novo patamar no cinema independente.Além de novamente levar a milhões de novos espectadores juvenis os mistérios e amores do mundo dos vampiros.
Isabella Swan (Kristen Stewart) e seu pai, Charlie (Billy Burke), mudaram-se recentemente. No novo colégio ela logo conhece Edward Cullen (Robert Pattinson), um jovem admirado por todas as garotas locais e que mantém uma aura de mistério em torno de si. Eles aos poucos se apaixonam, mas Edward sabe que isto põe a vida de Isabella em risco.


A MTV Films e a Maverick Films eram os detentores originais dos direitos de produção do livro, com a Paramount Pictures sendo a distribuidora. Como a MTV Films não conseguiu um roteiro que a satisfizesse, decidiu vender estes direitos à Summit Entertainment, que produziu e distribuiu o filme nos Estados Unidos;
- Antes da escolha do elenco de Crepúsculo a autora Stephenie Meyer divulgou qual seria sua seleção ideal: Emily Browning como Bella Swan, Henry Cavill como Edward Cullen, Charlie Hunnam como Carlisle Cullen, Mary-Louise Parker como Esme Cullen, Rachael Leigh Cook como Alice Cullen, Trent Ford como Jasper Hale, Tom Welling como Emmett Cullen e Olivia Wilde como Rosalie Hale;
- Kristen Stewart foi sugerida à diretora Catherine Hardwicke pelo ator Emile Hirsch, parceiro da atriz em Na Natureza Selvagem (2007). Hirsch trabalhou com Hardwicke em Os Reis de Dogtown (2005);
- Henry Cavill era a escolha da autora para o personagem Edward Cullen, mas foi preterido por não convencer mais como um adolescente de 17 anos. O papel foi oferecido para Carlisle Cullen, que recusou devido aos compromissos já firmados com a série de TV "The Tudors";
- Robert Pattinson viajou da Inglaterra até os Estados Unidos para realizar um teste para o personagem Edward Cullen. O teste foi com Kristen Stewart, já contratada para o filme, na cama da própria diretora Catherine Hardwicke;
- Cerca de cinco mil atores fizeram testes para o personagem Edward Cullen;
- Todos os atores que interpretam personagens da família Cullen usaram lentes de contato da cor topázio;
Os atores que interpretam vampiros precisavam ser pálidos, com isso no contrato de todos foi incluída uma cláusula de que deveriam se manter afastados do sol;
 - Nikki Reed e Jackson Rathbone aprenderam a jogar baseball para realizar a cena de jogo vista no filme;
- Foi Kristen Stewart quem sugeriu o uso da canção "Flightless Bird, American Mouth", de Iron & Wine, na cena do baile, por não gostar da seleção musical original feita;
- O roteiro foi finalizado em apenas seis semanas;
  Inicialmente, Crepúsculo seria lançado nos cinemas dos Estados Unidos em 12 de dezembro de 2008. Entretanto, como o lançamento de Harry Potter e o Enigma do Príncipe (2009) foi alterado para 21 de novembro de 2008, a estreia de Crepusculo foi adiada para 17 de julho de 2009. Com o posterior adiamento do novo filme da série Harry Potter, Crepúsculo retornou à sua data original de lançamento;
- No ano de seu lançamento, foi o filme de maior bilheteria em sua estréia dentre os dirigidos por uma mulher. Crepúsculo obteve US$ 70,6 milhões nas bilheterias dos Estados Unidos;
 Seguido por A Saga Crepúsculo: Lua Nova (2009), A Saga Crepúsculo: Eclipse (2010) e A Saga Crepúsculo: Amanhecer (2011);
- O orçamento de Crepúsculo foi de US$ 37 milhões.

Comedias com Vampiros:

Once Bitten/Procura-se Rapaz Virgem (85)

   

Um dos primeiros filmes de Jim Carrey que, mesmo ainda não sendo astro, já fazia aquelas caras e bocas. Mas quem procura rapazes virgens (como diz o título) é a vampira interpretada por Lauren Hutton. Só os mocinhos nessa condição podem saciar a sede de sangue da criatura das trevas. Vivendo na Los Angeles dos dias atuais, ela precisa do sangue de três rapazes virgens para permanecer jovem.
Não deixa de ser curioso também que bem antes de conseguir ficar famoso Jim Carrey chegou a estrelar essa comedia de terror.Ninguem imaginaria o fenomeno da comédia que ele se tornaria.


  A Hora do Espanto (Fright Night, 85)


 O que não passava de uma produção B com um diretor estreante,mas fez imenso sucesso na decada de 80
Para o jovem Charley Webster (William Ragsdale) nada poderia ser melhor que um velho filme de terror bem tarde da noite. Assim, quando novos moradores ocupam a casa vizinha a experiência de Charley não deixa nenhuma dúvida de que o comportamento estranho dos novos vizinhosé explicado pelo fato de eles serem vampiros. Charley pede ajuda a Peter Vincent (Roddy McDowell), o apresentador do programa de terror preferido de Charley, mas acontece que Peter, além de covarde, não acredita em vampiros e está neste negócio apenas por dinheiro. Além disto, ele está correndo o risco de passar por louco ao dizer que seus vizinhos são vampiros e, para piorar tudo de vez, a mãe de Charley faz algo que deixa o filho apavorado: ela fica encantada com Jerry Dandrige (Chris Sarandon), um dos vampiros, e o convida para entrar na casa dela.


O personagem Peter Vincent na verdade é uma homenagem a dois grandes ícones do cinema de terror: Peter Cushing e Vincent Price;- O orçamento de A Hora do Espanto;foi de US$ 9 milhões;

Dracula- Morto mais feliz- Dead and Loving It (1995)


Filme Drácula – Morto, mas felizFilme Drácula – Morto, mas felizFilme Drácula – Morto, mas felizFilme Drácula – Morto, mas feliz

O procurador R.M. Renfield (Peter MacNicol) viaja até a Transilvania para se encontrar com o Conde Drácula (Leslie Nielsen), chegando lá, o procurador e hipnotizado e passa a obedecer às ordens do Conde. O vampiro planeja ir à Londres para fazer de uma mulher sua eterna esposa porém, seu plano ficará mais dificil já que o Dr. Van Helsing (Mel Brooks) está na sua cola.Paródia do filme Dracula de Bram Stoker ,onde o saudoso Leslie Nielsen faz suas caretas costumeiras,e da vida a o mais tosco dos Draculas!



Um Drink no inferno-From Dusk till down-(1996)




Dois irmãos procurados pela polícia por 16 mortes seqüestram um ex-pastor e seu casal de filhos, para poderem atravessar a fronteira com o México e lá se dirigem à uma casa noturna freqüentada por caminhoneiros e motoqueiros, que é uma mistura de cabaré e prostíbulo. Porém, ao chegarem lá eles se deparam com algo totalmente inacreditável.

- A edição especial de Um Drink no Inferno lançada em laserdisc contém cenas que foram cortadas da versão do filme exibida nos cinemas, devido à sua violência gráfica.
- Além de atuar em Um Drink no InfernoQuentin Tarantino escreveu ainda o roteiro do filme.
 Um Drink no Inferno 2 - Texas Sangrento (1999) e Um Drink no Inferno 3 - A Filha do Carrasco (2000).
George Clooney(lindo) e Quentin Tarantino estão impagaveis!










2 comentários:

Luanna disse...

aonde ki no entrevista com vampiro tem personagens homossexuais?? aiai...

Fernando Dedé disse...

CARACA!
Todos tem atirudes homosexuais!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...